Assine nossa newsletter

Como amamentar corretamente? Um guia completo para você e seu bebê

A importância do aleitamento materno

Muito se discute sobre como a amamentação é uma jornada desafiadora e cheia de aprendizados, não só para a mãe, mas também para o bebê.

Mas engana-se quem pensa que falar de amamentação é uma prioridade só da mulher. É preciso muito amparo e acolhimento por parte da rede de apoio para manter uma mãe amamentando.

Para além de ser um momento de construção de vínculos com o recém-nascido, e de muita dedicação e afeto por parte da mãe lactante, o universo da amamentação ainda é acompanhado de muitas dúvidas e alguns mitos. Confira abaixo alguns exemplos:

Quais os benefícios da amamentação?

O aleitamento materno contribui para a saúde, a nutrição e a segurança alimentar, seja a curto ou a longo prazo, em situações cotidianas ou em emergências. Além de nutrir, também colabora na construção dos laços afetivos e dos vínculos entre mãe e bebê.

Benefícios para a mãe 

Para a mãe, amamentar ajuda o útero a voltar ao tamanho normal após o período de gestação, bem como reduz o risco de hemorragia pós-parto e de cânceres de mama e no ovário. Também controla índices de saúde e reduz o risco de pressão alta, colesterol e diabetes.

Benefícios para o bebê

Para o bebê, o leite materno é o alimento mais completo, pois previne todos os tipos de infecção, protege contra alergias, melhora a adaptação à introdução alimentar e previne complicações, como diabetes, colesterol e pressão alta. 

Também favorece o desenvolvimento da musculatura orofacial (ou seja, da face e do pescoço, que são responsáveis por todo o movimento da fala, mastigação e da deglutição), assim como o desenvolvimento e o ganho de peso adequado do bebê.

Qual é a melhor posição para amamentar?

A melhor posição para amamentar é aquela em que a mãe se sente mais confortável. Seja ela: 

  • Postura tradicional, encostando barriga com barriga; 
  • Deitada, com o bebê colocado ao lado da mãe; 
  • Cavalinho, com o bebê apoiado nas pernas da mãe; 
  • Invertida, com as costas do bebê apoiadas no antebraço da mãe. 

Seja qual for a posição escolhida, o mais importante é que o bebê esteja com a cabeça alinhada ao seu corpo, e com o queixo tocando a mama. 

Dor ao amamentar é normal?

É possível sentir dor nas primeiras semanas de amamentação. Afinal, é a fase de reconhecimento entre a mãe e o bebê, e a descoberta das melhores posturas para a amamentação. 

A dor fisiológica, nesse momento, tende a ser passageira e leve. Mas, até que o aprendizado da amamentação ocorra para a mãe e para o bebê, pode ser necessário corrigir a pega várias vezes. 

Qual é o melhor horário para amamentar?

O melhor horário para amamentar é quando o bebê manifestar sinais de fome e pedir. Além de ajudar o corpo da mãe, não impor horários rígidos e deixar em livre demanda é essencial para estabelecer um equilíbrio na produção do leite materno.   

Sinais de que o bebê quer mamar

Preste atenção a esses sinais que indicam que o bebê está com fome:

  • Quando o bebê começar a se movimentar;
  • Se ele estiver acordado e em estado de alerta; 
  • Quando ele começar a buscar, levando a mão até a boca ou procurando objetos ao redor para sugar;
  • Se ele fizer barulhos de estalo ou movimentos com a língua; 
  • Quando ele chorar – e esse é o último sinal que ele oferece para avisar que está com fome. 

Como deve ser a pega correta?

A pega está correta quando o queixo do bebê está tocando a mama, o lábio inferior dele está para fora e ele abocanha a maior parte da aréola inferior. Se as bochechas do bebê estiverem cheias, esse é outro sinal de uma pega correta. 

Sinais de que a pega não está correta

  • O bebê pega só o mamilo
  • A bochecha faz covinhas e há muito barulho de estalos 
  • A parte superior da aréola é abocanhada
  • Dor durante a amamentação

Dicas para amamentar melhor

Contar com profissionais da saúde nos quais você confia e em informações de qualidade deixa a tomada de decisões em relação ao desenvolvimento do seu bebê mais tranquila, segura e confortável.

Lançado durante a Semana Internacional de Aleitamento Materno, uma campanha global para aumentar a conscientização em prol da amamentação, o Guia de Aleitamento Materno foi produzido pelo portal Time de Saúde, da gestora de saúde Alice

O material traz informações de qualidade para acolher, confortar e empoderar as famílias no processo de aleitamento materno e foi construído sob a consultoria de enfermeiras, pediatras e nutricionistas especializadas na primeira infância.

Explore estas Tags

bebes mulheres

Porque plano de saúde já não é mais suficiente.

Artigos Relacionados

Ilustração destaca um anzol de pesca fisgando uma galocha do rio, que faz referência aos exames que fazemos, mas que não trazem os resultados certos.

Comportamento

Check up geral: é preciso fazer?

04/08/2022 • 13 min de leitura

Ilustração destaca um braço com pintas rosas, que se assemelham às lesões da monkeypox. Por cima do braço, há uma lupa, destacando os sintomas.

Comportamento

Monkeypox: o que é e como se prevenir?

03/08/2022 • 16 min de leitura

Ilustração mostra vulcão em erupção

Comportamento

Puberdade precoce: saiba o que é e como ajudar

03/08/2022 • 7 min de leitura

Ilustração de uma bexiga de festa sendo estourada por uma agulha, segurada por uma mão.

Comportamento

Urinar muitas vezes ao dia pode ser infecção urinária

01/08/2022 • 13 min de leitura